-->

domingo, 26 de abril de 2015

Resenha - Um dia (Romance)

Título: Um dia

Autor: David Nicholls

Editora: Intrínseca

Sinopse: "Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro...."

Avaliação:
 

Oi gente, tudo bem com vocês? O livro de hoje é um Romance bem original, e seguindo essa onda de originalidade eu não quero contar a história, já que é um sucesso editorial e até virou filme, estrelado por Anne Hathaway e Jim Sturgess, o que eu quero falar é de como esse livro envolver as pessoas, como as muda e como se identifica com diversos tipos de amores.
Emma é a típica garota normal, que estuda e planeja coisas pra seu futuro, cheia de dúvidas, incertezas, totalmente insegura de si.
"Acho que você tem medo de ser feliz Emma.Parece que pensa que o caminho natural das coisas na sua vida é ser triste,sombria e macambúzia,e odiar seu emprego,odiar o lugar onde mora e não ter sucesso nem dinheiro,e Deus a livre de um namorado.Na verdade vou mais longe:acho que você gosta de se sentir frustrada e ter menos do que queria ter,porque isso é mais fácil,não é?O fracasso e a infelicidade são mais fáceis,porque você pode fazer piada com isso.[...]

Você é linda,sua velha rabugenta,e se eu pudesse te dar um só presente para o resto da sua vida seria este.Confiança."
Ela e Dexter tem uma química desde a faculdade, porém o tipo de atração dos dois até o momento só existia na mente de cada um, ele a achava atraente e ela o achava inalcançável. Até que na noite de formatura da faculdade tudo muda, eles se envolvem vão pra casa juntos, mas o nervosismo e a excentricidade de Emma "estraga" a noite, eles ficam apenas abraçados e conversando sobre a vida (ótimo, ponto para o livro, totalmente diferente dos outros livros de romance).
No outro dia eles dão alguns passeios e acabam avançando demais no relacionamento, viram amigos, tipo, melhores amigos, a partir daí cada um segue um caminho diferente, Dexter viaja, aproveita a vida, e escreve cartões-postais curtos e inúteis que mal nutrem o sentimento de Emma, enquanto ela, responde com cartas enoooooormes cada cartão.
Temos atualizações dos fatos a cada ano, na data específica da primeira noite em que se conheceram 15 de julho, pelos próximos vinte anos, Emma e Dexter irão se encontrar, desencontrar, viajar juntos, decidir definitivamente que estão apaixonados e..... Ficar em silêncio sobre isso.
Essa última parte é bem interessante pois ambos amam mas nutrem receios sobre qualquer declaração amorosa, e as consequências disso? Dexter tem altos e baixos na vida, se casa, tem uma filha, mas continua incompleto, e Emma? Namora outro cara, tenta se encaixar na sociedade, fazer algo de útil pra si mesma e... Continua infeliz, é aí que o livro nos trás o primeiro ensinamento valioso, quer ter um relacionamento com alguém que ama? Tenha, não deu certo? Siga em frente, a suposta "eterna amizade" de Dex e Emm só atrapalha a vida de ambos, destrói futuros com outras pessoas e os torna incompletos, pois é leitores(as) esse é um romance bem realista.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Um dia e uma historia bem diferente dos romances classicos ,não cheguei a ler o livro mais pretendo, mais pelo filme e muito boa se fosse para eu dar uma classificação de 0 à 10 seria 9,5 quem gosta de romance (não e meu caso ,mas mamesmo assim gostei) super recomendo o filme.♡

    ResponderExcluir