-->

domingo, 17 de maio de 2015

Resenha Destino - Ally Condie

Título: Destino

Autor: Ally condie

Editora: Suma das Letras

Páginas: 240

Avaliação:
 ✪ + 0.5





Oi gente, tudo bem com vocês? Hoje venho falar da resenha (sem grandes spoilers) de Destino, o primeiro da trilogia de Ally Condie (Destino, Travessia e Conquista), trata-se de uma distopia e é impossível não lembrar de Feios. Cassia vive em uma sociedade que controla absolutamente tudo, desde de o seu
nascimento até sua morte, todos seguem um padrão de beleza e por isso é controlado a quantidade de comida que você ingere, exercícios físicos que você pratica e, inclusive, a data que você morrerá (aos 80 anos).
Vale lembrar que Cassia é daquelas garotas que confiam cegamente no que se chama Sociedade, a Instituição que controla absolutamente tudo. Quando completa 17 anos, a personagem vai ao baile do Par, responsável por apresentar os futuros maridos e esposas, ela vai ao mesmo com seu melhor amigo Xander e mal desconfiam que um será o par do outro (algo muito raro de acontecer visto que, geralmente, são pessoas desconhecidas que se apresentam como par, enquanto que Xander e Cassia se conhecem desde pequenos).
Ao conhecer seu par, é lhe oferecido um microchip que contém todas as informações da vida de seu par que Cassia decide não olhar já que conhece muito bem seu par (não sei porque mais esse triângulo que se confronta diante da sociedade me lembrou jogos vorazes, a lá Katniss, Gale e Peeta). Porém enorme é sua surpresa ao mudar de ideia e ver que quem se encontra no microchip é outro garoto, o Ky e não o Xander, a grande sacada da história está que isso só aconteceu por um "erro de algum funcionário" e Cassia começa a ter suas dúvidas em relação à Sociedade, em contrapartida que começa a se interessar sobre a vida de Ky, será que ela está se apaixonando? Ela descobriu o amor? Mais o que é isso? Ela não aprendeu isso com a Sociedade, tudo é meticulosamente escolhido.
Esse livro teve alguns pontos negativos, o que me fez dar a ele 3.5 de nota, é um bom romance, porém, a leitura é muito estática, "empaca" em alguns momentos do livro, como por exemplo tudo que acontece em torno do avô de Cassia que está próximo dos oitenta anos. Outro aspecto negativo é que o lado do Xander não é bem explorado, o livro gira em torno do misterioso Ky, porém, a história merecia ser mais balanceada, o Xander fica definitivamente escanteado (coitado, me identifiquei - risos). 
Os pontos positivos foram vários também, entre eles está o grande "E AGORA?" do climáx, que ficou como uma deixa para a sequência, que normalmente igual às outras trilogias do gênero (estou presumindo) vai se encher de mistérios e de algumas voltas desnecessárias pra chegar até a resolução de tudo no terceiro livro. No geral é um livro gostoso de ler, além disso, te faz pensar na sociedade do futuro e sobre os limites que as pessoas tem no quesito: Cuidar da vida alheia!

E aí gostaram da resenha? Já leram o livro? Se sim, gostaram? Conta pra mim, não esquece de seguir o blog, só assim você fica atualizado de cada postagem, beijos amores!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário